Lindando Com Incêndios Florestais

Os Incêndios florestais estão ligados à catástrofes naturais ou são fruto de terrorismo. Seja como for o caso, este problema deverá ser abarcado pela segurança privada e tratado com muito profissionalismo. Então resolvemos fazer este artigo com o intuito de ajudar o profissional de segurança com algumas recomendações úteis.


A empresa deve estabelecer procedimentos visando o combate ao incêndio florestal que serão divididos em duas etapas: Pré sinistro e na ocorrência do mesmo.


Para uma perfeita adequabilidade há a necessidade de integrar estas ações no plano de segurança anual da empresa.



1 – PRÉ SINISTRO


Nesta fase de preparação e de treinamentos é onde o profissional terá chance de fazer todo o circuito de composição para o enfrentamento de maneira calma, a fim de buscar os melhores equipamentos e tecnologias para os tempos de ação. Nós recomendamos iniciar a preparação no período fora da temporada de incêndios, ou seja, ainda na temporada chuvosa. O pessoal habilitado para o combate a incêndios florestais (brigadistas ou funcionários com curso na área), devem ser divididos em pelo menos dois GCIFs (grupos de combate a incêndios florestais), cumprindo escalas de sobreaviso que deverão ser renovadas mensalmente. Neste caso é importante manter a equipe com membros entre dez no máximo e cinco no mínimo. A importância de manter dois grupos distintos vai no sentido de que o combate a incêndio florestal é uma atividade desgastante, logo tem que ter a possibilidade de revezamento para não fadigar toda a equipe de uma única vez.


2 – EQUIPAMENTOS


Quanto aos equipamentos nos meses em que houver bastante uso, devem-se estabelecer vistorias periódicas para substituição de peças de consumo – tais como troca de velas, filtros e cabos para os equipamentos motorizados e carro de apoio. Sempre que voltar do combate, cobrar do chefe de missão relatório contendo dados inclusive dos equipamentos. Eventuais manutenções devem ser feitas imediatamente após serem reportadas pela equipe que a detectou, principalmente em temporada de incêndio na mata. Devem ser adquiridos combustíveis dentro do prazo de validade para dotar os equipamentos de combate, para evitar panes em campo. Em cada GCIF deve ter um funcionário com noções básicas em mecânica ou pelo menos com conhecimento suficiente para eliminar uma pane nos equipamentos e outro com conhecimento suficiente para uso do kit de primeiros socorros. Neste sentido, devem ser adquiridos pelo menos dois kits de Primeiros Socorros sendo um para cada equipe. Devem ser adquiridos também equipamentos portáteis para água potável – um geral e o bastante para uso individual. Em temporada de incêndio devem ser estabelecidos kits de provisões para serem levados para o mato em um deslocamento rápido. Recomendamos (mínimo) – por conta do potássio e do açúcar – doce de banana em barras (mariola) ou rapadura. (observar indivíduos com restrição de açúcar na dieta).


3 – COMBATENDO O SINISTRO


FAÇA OBRIGATORIAMENTE O CHECKLIST de ida e de volta do evento:

  • Ligar 193 e avisar o Corpo de Bombeiros da localidade

  • Kit primeiros socorros

  • Kit com provisões

  • Água potável

  • Comunicação – rádio e celular

  • EPIs – luvas de couro maleável, vestimentas de algodão, caneleira, balaclava, máscaras contra resíduos sólidos, óculos com tratamento refratário e com filtro de luz, botina, cinto de couro, filtro solar, repelente a base de água e cobertura (bonés, capacetes ou chapéus)

  • Material de sapa – pá, mccloud, ancinho, facão com bainha e foice

  • Abafadores – pelo menos três por equipe

  • Resfriamento – Bomba costal e sopradores com neblinado (pelo menos dois de cada por equipe)

  • Veículo de apoio abastecido com combustível suficiente para ida e volta e com agente extintor de incêndio (água ou espuma).

Importante lembrar que essa não é responsabilidade apenas de quem imediatamente está sendo vítima, o incêndio certamente irá caminhar e afetar diretamente outras comunidades. Todos são responsáveis no combate aos incêndios no mato, então não se esqueça de fortalecer os laços com as empresas vizinhas a fim de montar uma brigada forte com a participação de todos, mantendo o ecossistema coeso.



Assim concluímos


Postaremos pelo menos um artigo por semana aqui. Caso tenha interesse em ainda mais conteúdo, postamos vídeos e podcasts semanais. Gostou do artigo? Aprendeu algo novo? Conte para nós ai em baixo. Adoramos receber sugestões para melhorar, se tiver alguma, te convido a deixá-la nos comentários. Qualquer dúvida é só perguntar. Não se esqueça de registrar seu email para fazer parte da comunidade 9Walls, o que te dará acesso aos nosso fórum e aba de investigação.


Obrigado por ler esse artigo e até a próxima.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

+55 (61) 99524 8282

©2020 por 9walls Security.

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Spotify ícone social
  • YouTube

34.047.697/0001-78